Arquivo do mês: agosto 2014

O velho Marx

Alessandro Barreta Garcia

O que podemos dizer a respeito do velho Karl Marx? Um aprendiz de acadêmico? Um pseudocientista? Um imaginável jornalista? Talvez nada disso. O velho Marx era na realidade um persistente anti-semita, um antiburguês, burguês. O velho Marx era com toda certeza um pensador diabólico, e certamente não poupou esforços para destruir a sociedade. A classe proletária para Marx deveria destruir todas as outras, e deveria por fim a história. Pela sua lógica deveria por fim a ele mesmo. Continuar lendo

Ideologia de gênero e o neo-paganismo (1ª parte)

Marcelo Carvalho*

Nos aspectos morais continuamos a viver o neo-paganismo, contudo, diferente dos romanos (pré-cristãos) não havia naquela época uma moral cristã evidenciando uma alternativa a isso.

O caráter globalista da ideologia de gênero une segmentos tão díspares e antagônicos quanto se possa imaginar. Isso se percebe na adesão de amplos setores da esquerda à ideologia de gênero bem como na pressão exercida diretamente por vários governos, fundações (Ford, Rockfeller etc.) e ONGs em instâncias como a ONU, etc.. Recentemente, foi noticiado no dia do orgulho gay que várias representações diplomáticas dos EUA exibiam a bandeira do arco-íris, símbolo do movimento LGBT. Essa propaganda ostensiva do governo americano inaugura uma nova fase da ação do movimento. Também contribui para isso a forma tendenciosa com que a mídia interpreta as palavras do papa Francisco sobre a questão do homossexualismo. Continuar lendo