Arquivo do mês: maio 2013

Vadias protestam em Catedral e IURD em Florianópolis

Cristian Derosa

391474_517694131601794_1005664975_n

Divulgação DC

“Sexo anal contra o capital”, dizia uma das centenas de frases pintadas nos corpos de mulheres semi-nuas que protestavam contra o “machismo e a homofobia”, contra a sexualização da mulher e o uso de seus corpos como objetos de consumo pelo capitalismo. A frase que estampou a foto divulgada pelo Diário Catarinense em sua página no Facebook ontem à tarde (25/05/13) trouxe indignação e debates acalorados nos comentários. Foi impossível não perceber a aversão que aquela imagem causou na maioria dos internautas. No entanto, surge a pergunta: quem ainda é a favor das vadias? Continuar lendo

Anúncios

Os ambientalistas e sua agenda anti-humana nos fazem de idiotas

Walter Williams

Os ambientalistas, com a ajuda de políticos e de outras burocracias globalmente poderosas, foram bem-sucedidos em impor sobre todo o globo um conjunto de ideias que já custou dezenas de milhões de vidas humanas. Continuar lendo

Comissão Nacional da Verdade, inocência, mentira ou hipocrisia?

Seriam menores os crimes da esquerda armada e, portanto, não merecedores de investigação? Segundo me pareceu, ao fim das três horas de audiência, a resposta dos integrantes da Comissão Nacional da Verdade a estas perguntas é SIM! Continuar lendo

Carlos Magno e o modelo educacional de um monge de York

Alessandro Barreta Garcia

No séc. VI o papado iniciado pelo Papa Gregório, o Grande, deu início à tradição religiosa sob o ponto de vista hierárquico (LARROYO, 1974). Observa-se ainda o desenvolvimento do Império Franco, sob direção de Clodoveu, posteriormente o reinado dos merovíngios finalizando esse período com Dagoberto (629-639). Com o Império carolíngio, sob comando de Carlos Magno (742-814), se dará a grande referência de unidade política e poética na Idade Média. Essa época também ficará conhecida pelo impedimento do avanço dos árabes por Carlos Martel na batalha de Poitiers (732), bem como pela conversão dos Francos ao catolicismo, este fato foi fundamental para o desenvolvimento de uma unidade entre os ainda semibárbaros. Continuar lendo

Como a KGB criou a Teologia da Libertação

Ion Mihai Pacepa

Ex-agente soviético afirma: “Khrushchev nomeou “Teologia da Libertação” a nova religião criada pela KGB.”

Novas revelações dos arquivos da KGB sugerem que a “Teologia da Libertação” foi mais bem sucedida que nos sonhos mais ousados de Khrushchev. Continuar lendo

A história do aborto

O movimento pró-aborto atual, com intuitos políticos, tem início em 1920 com Lênin na União Soviética marxista ateia. Depois foi implantado por Adolf Hitler em 1935. O segundo país a legalizar o aborto foi a Alemanha Nazista em 1935 Continuar lendo