Hungria proíbe símbolos comunistas e nazistas

hungriaO parlamento da Hungria aprovou a proibição de exibir em público símbolos comunistas e nazistas. Em março passado, milhares de húngaros honraram a memória das vítimas do Holocausto, ao mesmo tempo que muitos têm receios do aumento do anti-semitismo no país.

Em fevereiro passado, o Supremo Tribunal da Hungria qualificou como anticonstitucionais as penas de multa pela exibição em público da cruz suástica ou de bandeiras comunistas. Os juízes qualificaram essa medida como dura demais e demasiado restritiva da liberdade de expressão. A deliberação do tribunal húngaro seguiu-se à deliberação análoga da Corte Europeia dos Direitos Humanos.

Anúncios

Os comentários estão desativados.