Site da Globo faz confusão nas enquetes e evidencia manipulação

Cristian Derosa

enqueteManipulação ou erro técnico, a confusão das enquetes dos sites da Globo mostrou um comportamento não muito estranho para uma empresa que trabalha pela imoralidade há muito tempo. O seu apoio à bancada LGBT não é única forma de demonstrar isso. Basta assistir as suas novelas e perceber a relação de seus temas com as editorias de jornalismo. De qualquer modo, vejamos os fatos sobre as últimas enquetes encerradas hoje e façamos um esforços para interpretá-los.

Usaremos as informações apuradas pelo blog Holofote.net, que começa a postagem feita no dia 9/04 assim:

Uma enquete lançada nesta segunda-feira (08/abr) no Portal G1, da Globo, versava sobre ‘casamento’ homoerótico.

A pergunta era: “Você é a favor da aprovação pelo Congresso da união civil gay?”.

‘Estranhamente’ após o número de votação desfavorável ao ‘casamento’ gay ter ultrapassado o favorável, a pesquisa foi retirada do ar.

Em seu perfil no Twitter o pastor Silas Malafaia debochou  da atitude do G1.

O g1 da Globo tirou a enquete do ar, iam tomar uma lavada. Esta é a imprensa ” imparcial” tenho q rir kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk“, expressou Malafaia.

A reação do pastor repercutiu na mídia evangélica, como vemos no link abaixo:

http://www.verdadegospel.com/por-pressao-dos-evangelicos-g1-volta-com-enquete-sobre-uniao-gay/?area=1

O pastor criticava o fato de que na enquete era possível a mesma pessoa votar muitas vezes. Mesmo assim, pediu que colocassem no ar novamente e não fugissem do resultado ao retirar a enquete.

O site colocou a enquete novamente que encerrava ontem (11/04), às 22h, e tivermos uma vitória do ‘não’ de cerca de 57%, como vemos no link:

http://g1.globo.com/brasil/enquete/voce-e-favor-da-uniao-gay.html

Mas a empresa parece que não ficou satisfeita com essa enquete.

Ocorre que hoje (12/04) abriu-se novamente a mesma enquete, mas com uma pequena mudança: não era possível votar! É isso mesmo. O detalhe era que o ‘sim’ aparecia em ampla vantagem em relação ao ‘não’, como mostra o vídeo postado no Facebook hoje, por volta das 12hs, pela página O Conservador: https://www.facebook.com/photo.php?v=444999798908286

Poucos minutos após este vídeo ir ao ar, porém, o enunciado da enquete muda e é acrescentada a mensagem: “enquete encerrada em 08/04”. Não é preciso dizer que desta vez a vitória foi do ‘sim’.

Ou seja, depois de cancelar uma enquete porque o resultado não era do seu agrado, recolocou no ar devido pressões do pastor Malafaia, quando as votações deram ‘não’ como resposta às uniões civis gays. Então, não satisfeitos, abrem outra com a resposta escolhida por eles mesmos que a encerram logo em seguida, com a estranha data do dia 8, dia da abertura da primeira enquete. Deu a impressão de que a enquete abriu e fechou no mesmo dia, isto é, dia 8 de abril.

Mesmo considerando todas as possibilidades de erro técnico no manuseio das enquetes pelos webmasters do site, é preciso esforçar-se para não ver ai um claro intuito de evidenciar um amplo apoio popular, ao menos na internet, pela união civil de homossexuais.

Se parece ‘teoria da conspiração’ insinuar manipulação, seria o caso de, como diz Olavo de Carvalho, ser adepto de um tipo patológico de ‘teoria da coincidência’ na qual nada é intencional, sendo portanto, tudo obra de um providencial acaso. Sejamos sinceros!

 

 

 

 

Anúncios

Os comentários estão desativados.