A corrupta justiça Socialista-Comunista bolivariana

Bruno Braga
 Luis Velásquez Alvaray pede desculpas aos venezuelanos por ter contribuído com o governo de Hugo Chávez. Exilado na Costa Rica, o ex-Magistrado do “Tribunal Superior de Justicia” venezuelano concedeu uma entrevista reveladora ao SOiTV (2012) [Cf. vídeo ao final do texto]. Ele denuncia – apresentando inúmeros documentos – a rede criminosa que domina o sistema judiciário na Venezuela, em todas as suas instâncias e especialidades. Uma quadrilha comandada pelo tiranete morto, antigo “Comandante-em-armas”, Hugo Chávez.
Alvaray aponta crimes financeiros. Descreve prisões irregulares de inocentes e opositores, ordenadas diretamente pelo ditador venezuelano. Queimas de arquivo. O ex-Magistrado revela atividades de cartéis – “de los Soles” e “dos Enanos” – compostos por juízes, fiscais, generais e agentes cubanos.
A quadrilha estava associada ainda com as Farc – as Forças Armadas Revolucionárias Colombianas, grupo de guerrilheiros narcotraficantes Socialistas-Comunistas. Alvaray conta que as Farc mantém bases na Venezuela em propriedades de pessoas próximas a Hugo Chávez, inclusive de familiares. O irmão do tiranete, Adán Chávez é um dos protagonistas, personagem ativo, desta trama macabra. O grupo revolucionário, revela Alvaray, possui uma oficina ao lado do Palácio presidencial, e se beneficia de contratos do governo venezuelano: parte do pagamento do petróleo enviado à China é pago em armas, para as Forças Armadas do país e para o grupo revolucionário.
Sobre a intervenção e o controle da imprensa e dos meios de comunicação, Alvaray conta que recebeu – diretamente de Hugo Chávez – uma ordem para decidir em favor dos “menos ricos” uma contenda envolvendo o periódico “Ultima hora”, do opositor Henrique Capriles.
A Venezuela prepara a sucessão do tiranete morto. E para este processo, que define o futuro do país, Alvaray revela informações importantes sobre o sucessor indicado pelo próprio Hugo Chávez. Nicolás Maduro, disputará a Presidência da Venezuela pelo PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela) – com o apoio do Partido Comunista. Alvaray revela que Maduro participou de reuniões nas quais o controle dos tribunais superiores do país era decidido. Além disso, Maduro teria tramado o assassinato do próprio Alvaray para depois apontar que ele havia suicidado.

 

No vídeo abaixo, Luis Velásquez Alvaray apresenta a corrupção da justiça Socialista-Comunista bolivariana, instrumentalizada – para atender os interesses de um tiranete e seu regime – e de seus parceiros, a guerrilha, o narcotráfico e o crime organizado.

http://www.youtube.com/watch?v=jYL_774sNdY&feature=player_embedded

Fonte: http://b-braga.blogspot.com.br/2013/03/a-corrupta-justica-socialista-comunista.html

Anúncios

Os comentários estão desativados.