Jean Wyllys é processado por humilhar alunos

O deputado federal Jean Wyllys (PSQL-RJ), está sendo processado por seis alunos da Faculdade Jorge Amado, em Salvador, acusado de humilhar, perseguir e reprovar sem base os universitários da turma noturna. Jean ministrava aulas de Comunicação Social, onde falava sobre cultura brasileira e baiana.

Alguns alunos desistiram do curso e outros fizeram transferência de faculdade depois do comportamento do deputado. De acordo com os advogados Jean ignorava os universitários nas aulas e ironizava as dúvidas dos alunos. “Sem contar com a chacota através de comentários infelizes como ‘alunos insuportáveis, incompetentes, que caíram na faculdade de paraquedas etc’”, relataram os advogados.

Jean fazia agressões verbais em sala de aula, com acusações em tom de voz alta, e se mostrava agressivo e ameaçador. Sempre usava critérios subjetivos de avaliação, onde a maior parte das vezes os alunos eram reprovados, não obstante o esmero dos alunos para adequarem seus estudos aos “costumes” e ideologias de seus “mestres”.

O deputado e professor também foi acusado de se dirigir aos alunos dizendo que eles deveriam procurar outra profissão, dizendo que eles não teriam capacidade para aquele curso: “deveriam procurar outra profissão para seguir como porteiro, caixa de supermercado, vendedor… pois jamais seriam jornalistas”, “ que vocês não tem condições e competência para estar fazendo o curso de Jornalismo”, disse Jean.

Para uma pessoa que nega a influência do BBB para que tenha chegado aonde chegou e que se intitula defensor dos Direitos Humanos como sua principal bandeira, algo está muito contraditório com a descoberta desta nova história. Isso leva a pergunta: “Terá que uma pessoa ser homossexual para ganhar o respeito e o rótulo de inteligente por Jean Wyllys?”.

Fonte: http://www.overbo.com.br/jean-wyllys-e-processado-por-humilhar-alunos/

Anúncios

Os comentários estão desativados.