Arquivo da categoria: Movimento gay

Socialismo fabiano – os milionários por trás do esquerdismo

Jefferson Ulisses (liberdadeconômica.com)

Estes Socialistas Fabianos são pessoas ricas que patrocinam organizações de esquerda com o objetivo de disseminar o socialismo e ao mesmo tempo utilizar o socialistas como massa de manobra para os seus objetivos. Os esquerdistas, lógico, negam este fato, pois eles ainda não compreenderam que o Socialismo não passa de um plano totalitário de governo. Continue lendo

Sadomasoquismo em praça pública, ou cenas de um bordel universitário

Antonio Pinho

Cena de sadomasoquismo em praça pública foi promovida por estudantes de artes cênicas na mesma semana em que ocorria um evento feminista no campus da UFSC chamado Fazendo Gênero Continue lendo

UFSC promove gayzismo em escolas infantis

Crianças são usadas para propaganda gayzista em SC

Alunos das escolas públicas de Florianópolis participaram de um concurso de cartazes contra a chamada “homofobia.” A ideia de promover uma propaganda da causa gay por meio de concurso para crianças foi da equipe do Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS) do Departamento de Antropologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Julio Severo Continue lendo

Vadias protestam em Catedral e IURD em Florianópolis

Cristian Derosa

391474_517694131601794_1005664975_n

Divulgação DC

“Sexo anal contra o capital”, dizia uma das centenas de frases pintadas nos corpos de mulheres semi-nuas que protestavam contra o “machismo e a homofobia”, contra a sexualização da mulher e o uso de seus corpos como objetos de consumo pelo capitalismo. A frase que estampou a foto divulgada pelo Diário Catarinense em sua página no Facebook ontem à tarde (25/05/13) trouxe indignação e debates acalorados nos comentários. Foi impossível não perceber a aversão que aquela imagem causou na maioria dos internautas. No entanto, surge a pergunta: quem ainda é a favor das vadias? Continue lendo

A história do aborto

O movimento pró-aborto atual, com intuitos políticos, tem início em 1920 com Lênin na União Soviética marxista ateia. Depois foi implantado por Adolf Hitler em 1935. O segundo país a legalizar o aborto foi a Alemanha Nazista em 1935 Continue lendo

Brasileiro inicia debate sobre zoofilia nos EUA

carlos romero zoofiloFonte: G1, AcheiUsa

O caso de Carlos Romero, 31 anos, noticiado em 2012 a propósito de manter relações sexuais com uma jumenta chamada Doodle, voltou a aparecer na mídia em 2013.

Ocorre que o zoófilo decidiu agora apelar para a inconstitucionalidade da proibição da zoofilia. Por algum motivo ainda não compreendido, o G1 não mencionou mais o fato de o zoófilo ser brasileiro. Continue lendo

Casamento gay e a voz das massas, e o que Sócrates diria sobre isso tudo

Antonio Pinho

Ficou clara a manipulação da Rede Globo numa enquete em seu portal G1 sobre a questão do casamento gay, como deixou evidente o artigo de Cristian Derosa (1). Aqueles que lançaram essa pesquisa de opinião deram a entender que já tinham em mente um resultado desde o início. Queriam apenas números para justificar uma engenharia social não democrática. O simples fato de vários governos pelo Ocidente estarem tentando ao mesmo tempo implantar leis gayzistas evidencia que não estamos diante de uma mudança espontânea da sociedade, mas de uma estratégia de revolução internacional dos costumes muito bem orquestrada e centralizada na ação de certos indivíduos. A ONU com seus tecnocratas não eleitos decidiu que casamento gay é direito humano, e tem imposto isso às nações que se rendem a seu jugo. Continue lendo

Controle técnico das paixões como arma política

Cristian Derosa
libidodominandiAqueles que desejam liberar o homem da ordem moral precisam impor controles sociais tão logo eles o consigam, porque a libido liberada conduz inevitavelmente à anarquia. No curso de dois séculos, aquelas técnicas tornaram-se mais e mais refinadas, resultando num mundo onde as pessoas fossem controladas, não por forças militares, mas pelo controle técnico de suas paixões. (Libido dominandi, sexual liberation and political control – E. Michael Jones).
A bancada LGBT do Brasil faz parte de um movimento internacional que não pretende somente exigir suporte estatal para suas próprias práticas ou desejos sexuais. Nem mesmo ela age exclusivamente no intuito de modificar ou expandir o conceito de normalidade às fronteiras dos seus próprios vícios. Não é este o objetivo. Ela pretende estender a toda a sociedade o desejo de lutar selvagemente pela garantia das demandas mais torpes e primitivas, visando legitimar a instauração de rígidos controles estatais, tudo em nome dos “direitos humanos” e até mesmo da moralidade, devidamente re-conceituada conforme a atuação de grupos de pressão como os gayzistas, feministas, etc..Enquanto o controle totalitário não é obtido, o desenvolvimento do processo permite que se vá controlando as condutas mediante ideias e promessas de realização, o que Santo Agostinho chamou de libido dominandi. Continue lendo

1,4 milhões de pessoas marcham na França para defender o matrimônio e a família

PARIS, 25 Mar. 13 / 11:24 am (ACI).- Aproximadamente um milhão e meio de franceses participaram ontem em La Manif pour Tous (A Marcha para Todos) pelas principais ruas de Paris, exigindo ao governo socialista de François Hollande que retire o nocivo projeto de lei que promove o mal chamado “matrimônio” homossexual e a adoção por parte destes casais.

Continue lendo

Violência parte dos próprios homossexuais

Ao contrário do que os movimentos homossexuais alardeiam pela mídia, não é o preconceito da sociedade ou a cultura cristã que incentiva a violência contra os gays. Os relatórios reunidos e analisados no blog Homofobia Não Existe, com base nos dados apresentados pelo próprio Grupo Gay da Bahia, retratam uma coisa que muitos já sabiam: a violência é uma constante entre os próprios homossexuais, a maioria por questões passionais. Além do relatório do GGB, o blog também tem coletado notícias pela mídia.

O blog Homofobia Não Existe convida os internautas a contribuir com seus relatórios atravez do envio de links de reportagens de jornais de outras regiões do país. Confira os relatórios que já foram analisados e alguns que estão em fase de análise e coleta no trabalho em conjunto feito no blog.